EUA já venderam 86% do volume anual de milho
CI
Imagem: Divulgação
COMPROMETIDO

EUA já venderam 86% do volume anual de milho

Mercado continua recebendo rumores sobre compras adicionais chinesas
Por: -Leonardo Gottems

Os Estados Unidos exportaram um volume recorde de milho para a China, conforme divulgou o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) nesta quinta-feira (04.02). O órgão oficial do governo norte-americano afirma que 56,1 milhões de toneladas do cereal foram comprometidos, de um total estimado em 64,7 milhões de toneladas, o que representa 86% do volume anual. 

“Além disso, o mercado continua recebendo rumores sobre compras adicionais chinesas. Esse cenário, sem dúvida, impulsiona os preços do cereal na bolsa. Segundo fontes da AgResource, ainda mais milho dos EUA será anunciado para o país asiático, sendo apenas uma questão de tempo. No curto prazo, demanda chinesa e safra brasileira darão o ritmo dos preços”, apontam os analistas da Consultoria.

OFERTA DE SOJA DEVE DECEPCIONAR

Ainda de acordo com a AgResource Brasil, o clima sul-americano, junto dos primeiros resultados de rendimento da soja brasileira (que devem decepcionar), impulsionarão o valor da oleaginosa na Bolsa de Cereais de Chicago (CBOT) antes do relatório do USDA de fevereiro, que será publicado na terça-feira que vem, dia nove de Fevereiro.

“A visão da nossa equipe se mantém otimista quanto aos preços. Estes devem apresentar momentos naturais de baixa, porém o racionamento da demanda, que parece não ter fim, acontecerá através da alta nos preços”, concluem os analistas de mercado da AgResource Brasil. Os contratos futuros da soja e milho em Chicago fecharam esta quinta em leve alta (CLIQUE AQUI para conferir). 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink