Evolução dos preços de açúcar depende das exportações do Brasil
CI
Agronegócio

Evolução dos preços de açúcar depende das exportações do Brasil

Por:

Os preços do açúcar vão continuar sob pressão por mais quatro ou cinco meses. Depois sua evolução vai depender do volume das exportações do Brasil, maior produtor mundial. Esta é a conclusão do último informe da Organização Internacional do Açúcar (OIA), publicado nesta quarta-feira em Londres.

"Depois de um período de quatro a cinco meses, a evolução dos preços dependerá da importância das exportações provenientes de novas colheitas dos países do hemisfério Sul e principalmente do Brasil", avaliou OIA. "Se nossas previsões de uma modesta alta da colheita brasileira se confirmarem, os preços não deverão registrar muitas modificações", acrescentou.

"Entretanto, se nossas previsões tiverem sido muito conservadoras, os países exportadores de açúcar que dependem dos preços mundiais deverão enfrentar momentos difíceis", advertiu o documento da OIA. Segundo as últimas estimativas desta organização, a produção brasileira de açúcar em 2003/04 (maio/abril) deverá avançar 1,6% em relação a 2002/03.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink