Expodireto atrai visitantes de toda a parte

Expodireto

Expodireto atrai visitantes de toda a parte

Diversidade de tecnologias, inovações e a possibilidade de ampliar conhecimento atrai visitantes
Por:
72 acessos

A diversidade de tecnologias, inovações e a possibilidade de ampliar conhecimento atrai visitantes de todas as idades e de toda a parte do país e de fora.

Uma simples circulada pelas avenidas da Expodireto Cotrijal dá uma ideia da diversidade de produtos e conhecimentos que a feira oferece para os visitantes, sejam eles produtores, produtoras ou pessoas ligadas a vários outros ramos de atividade. São frequentadores das mais diferentes faixas etárias: dos jovens aos adultos e idosos, e com os mais diferentes interesses, da aquisição de máquinas, equipamentos e veículos, até os resultados de pesquisas das mais diferentes cultivares, onde se inserem também os produtos oferecidos pela agricultura familiar.

Na manhã quente e ensolarada da quinta-feira, 14, passeavam pelo parque o casal Leo e Neide Favareto Slaviero, de Tapejara, produtores de soja. “Eu vim aqui no ano passado, só para participar do Encontro de Empresárias Rurais. Este ano resolvi vir com o marido para conhecer a feira. Chegamos bem cedo, e achamos que tudo está muito bonito”, contou Neide, acrescentando que este ano convenceu o marido, Leo, a vir na Expodireto Cotrijal. Ele, que já havia ouvido falar muito da feira, mas ainda não conhecia. O que apresenta a área de sementes era o maior interesse do casal de produtores da Cotrijal.

Em grupos ou individualmente, e administrando as visitas das mais diferentes formas entre si, as pessoas buscam aproveitar o melhor do dia na Expodireto Cotrijal. Assim foi com Cecília Fátima Godinho Pelegrini, criadora de gado, e residente, no interior de André da Rocha. Também na quinta-feira, ela circulava pelo parque na companhia da cunhada, mas chegou ao parque acompanhada do marido e do irmão. Porém, no interior do parque se dividiram.

“Nos dividimos para ver mais da feira. Enquanto eu vou para um lado, eles foram para outro. Marcamos um lugar para nos encontrar mais tarde. O nosso grupo, aqui, agora é só de mulheres”, brincou Cecília Pelegrini, visitando pela primeira vez a Expodireto Cotrijal, evento que só elogiou.

Interesse pelas máquinas

Maria Inácia Vieira Godinho, que planta soja na sua propriedade, e reside na cidade de Lagoa Vermelha, já visitou a feira, considerando a 20ª edição, oito vezes. Um pouco diferente da maioria das mulheres que circulam pela Expodireto Cotrijal, se interessa por máquinas e implementos agrícolas.

“Eu e meu marido plantamos soja, por isso gostamos muito de olhar as máquinas e os equipamentos que servem para o plantio. A feira está ótima e a gente gosta muito das novidades que tem todo o ano”, esclareceu Maria Godinho.

Como é tradicional a visitação na Expodireto Cotrijal de pessoas que tem interesses comerciais na feira, também se vê a presença de vários grupos de jovens, estudantes, com a atenção voltada para o setor de máquinas. Tudo registrado em celulares, para posterior pesquisa, lembrança da visita ou simplesmente para uma selfie.
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink