Expointer 2021 - alimentos de qualidade em pequenos espaços
CI
Imagem: Divulgação
EVENTO

Expointer 2021 - alimentos de qualidade em pequenos espaços

44ª Expointer ocorre de 04 a 12 de setembro no Parque de Exposições Assis Brasil
Por:

Para quem acredita que a produção de hortaliças e plantas medicinais e condimentares precisa de grandes áreas disponíveis para o cultivo precisa visitar a parcela da Horticultura no Espaço Institucional da Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), na 44ª Expointer, feira que ocorre de 04 a 12 de setembro no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

O espaço tem como objetivo apresentar informações a consumidores e produtores para despertar os hábitos da alimentação saudável e da produção destes alimentos de forma sustentável, tendo como resultado final um alimento seguro e saudável aos que consomem.

No local são apresentadas alternativas de produção para pequenos espaços, por meio de recipientes e de canteiros replicáveis tanto por produtor urbano como aos produtores rurais, visando estimular a produção de olerícolas para o autoconsumo. "Cerca de 90 a 95% do público que procura o espaço da horticultura na Expointer tem interesse pela produção em pequenos espaços. Por isso esse tema tem destaque", frisa o extensionista rural agropecuário da Emater/RS-Ascar, Luís Bohn.

Quando cultivado em pequenos espaços é importante estar atento a alguns fatores como a qualidade do substrato utilizado. "Utilizar um substrato com boa porosidade para que jamais emplaste e acumule água desnecessária. Outro ponto fundamental é o controle da irrigação com controle frequente e diário. Além disso, ter o cuidado para escolher as plantas adequadas para o ambiente disponível, como, por exemplo, não colocar uma planta que precise de boa luminosidade em um ambiente de sombra e ter uma noção sobre nutrição da planta", explica Bohn.

Outro destaque no espaço é a produção de hortaliças em sistemas de bancada, mostrando novas tendências em relação a essa tecnologia que tem aperfeiçoado qualidade e quantidade em termos de produtividade aos agricultores gaúchos.

Ainda são apresentados sistemas de produção usando bioinsumos, alternativas de controle biológico, manejo de solo ou por sistemas de produção em sistema protegido ou a céu aberto. "Buscamos sempre apresentar alternativas de controle mais sustentáveis, com controle biológico, além do manejo básico para evitar situações de doença", explica Bohn.

A utilização de matéria orgânica por meio do uso de compostos processados com maior capacidade de sustentação da biologia e da física do solo também é tema apresentado na parcela da horticultura.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.