Soja

Exportação de soja do Mato Grosso do Sul já supera em 21% o volume embarcado em 2016

Entre janeiro e outubro deste ano, a China foi o principal destino dos embarques de soja em grão do estado
Por:
89 acessos

Entre janeiro e outubro deste ano, a exportação de soja de Mato Grosso do Sul somaram 3,48 milhões de toneladas. O resultado supera em 21% todo o volume embarcado em 2016, de 2,9 milhões de toneladas. Os dados citados estão do Boletim Casa Rural, elaborado pela Unidade Técnica do Sistema Famasul que revelam, ainda, que tal resultado é fruto de alguns fundamentos econômicos registrados por essa commodity.

Aumento das negociações

“A demanda aquecida pela soja no mercado internacional e o dólar ao redor de R$ 3,20 mantendo nossa competividade, resultaram no aumento das negociações com outros países”, diz o analista de economia do Sistema Famasul, Luiz Gama. A receita das vendas atingiu, no mesmo intervalo, US$ 1,30 bilhão, com alta de 23,6% em relação a todo ano de 2016, quando o faturamento obtido com as negociações de soja somaram US$ 1,05 bilhão.

Exportação de soja

De acordo com os dados da Secretaria de Comercio Exterior (Secex), em nível de Brasil, foram exportadas 63,6 milhões de toneladas também entre janeiro e outubro, com incremento de 23,4% no comparativo com 2016. A China foi o principal destino das exportações de soja em grão de Mato Grosso do Sul de janeiro a outubro deste ano, respondendo por US$ 1,06 bilhão, ou 81,4% do total.  O porto de Paranaguá – PR com 36,98% do total das receitas com exportação foi a principal porta de saída da soja em grão sul-mato-grossense de janeiro a outubro desde ano, informou a Famasul em comunicado.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink