Exportação de suínos cresce 81% no RS
CI
Agronegócio

Exportação de suínos cresce 81% no RS

Por:

--------------------------------------------------------------------------------

Apesar da suspensão das vendas de carne suína gaúcha à Rússia entre maio de 2001 a abril de 2002, o volume físico das exportações foi de 81,4% maior. Em 2002, o RS embarcou 86 mil t, e, em 2001, 47,4 mil t. O desempenho gaúcho foi maior que os 79,46% do país, passando de 265 mil t para 475,8 mil t. Mesmo assim, o diretor do Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos (Sips), Rogério Kerber, considera 2002 um ano desfavorável ao setor, devido à alta no custo de produção e queda do preço no mercado mundial.

Apesar de 80% a mais nos embarques, o faturamento cresceu só 34,12%. A média em dólar caiu 25,27%, de 1,35 dólar para 1,01 dólar. 'Este recuo se deve ao incremento de produção em 2001, devido ao mal da vaca louca, da aftosa e dos atentados aos EUA.' Soma-se a isso a perda da capacidade de aquisição argentina, a partir do final de 2001, importante mercado a agroindústria gaúcha. Do volume importado pela Argentina, mais de 50% provinha do RS. A participação nos embarques nacionais vem caindo desde os primeiros surtos de aftosa. Antes dos focos de Jóia, em 2000, o RS era responsável por 30% dos embarques do país. Hoje a participação é de 18%.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.