Exportações crescem 17,5%
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)

Imagem: Divulgação

QUADRIMESTRE

Exportações crescem 17,5%

Balanço do primeiro quadrimestre ressalta bom desempenho
Por: -Eliza Maliszewski
7903 acessos

Nos primeiros quatro meses de 2020, mesmo com a pandemia de coronavírus (Covid-19), o desempenho do agronegócio foi positivo. As exportações tiveram alta de 17,5%, segundo dados divulgados pelo Ministério da Economia. Houve aumento das exportações para a Ásia, com destaque para a China. A participação do setor no total de exportações passou de 18,7% no ano passado para 22,9% em 2020.

Produtos tiveram aumento significativo no período. A soja, principal commoditie, teve alta de 29,9%, com faturamento de US$ 11.653,7 milhões. Já o algodão bruto cresceu 69,5%, praticamente dobrando faturamento de US$ 659,2 milhões para US$ 1.117,6 milhões. A madeira em bruto cresceu 28,9%; o mel natural ficou na casa dos 17% e as especiarias 3,2%. 

Levando em consideração somente o mês de abril soja, farelo de soja, carne bovina fresca, refrigerada ou congelada, carne suína e algodão bruto bateram recordes dos históricos mensais. Por outro lado tiveram queda trigo, centeio e milho não moído, exceto milho doce, café não torrado, animais vivos, frutas e nozes. Em abril a balança comercial fechou com saldo positivo de US$ 6,702 bilhões. No ano, as exportações totalizam US$ 67,833 bilhões e as importações, US$ 55,569 bilhões, com saldo positivo de US$ 12,264 bilhões.

As exportações brasileiras (de todos os setores) para a Ásia subiram 15,5% no primeiro quadrimestre do ano, na comparação com o mesmo período de 2020. O mercado asiático passou a representar 47,2% do total de nossas exportações. Só para a China o crescimento foi de 11,3% no período, com destaque para a soja (+ 28,5%), carne bovina fresca, refrigerada ou congelada (+ 85,9%), carne suína fresca, refrigerada ou congelada (+153,5%) e algodão em bruto (+ 79,%).
 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink