Exportações de grãos da Ucrânia caem em junho
CI
Imagem: Ivan Bueno/APPA
MUNDO

Exportações de grãos da Ucrânia caem em junho

A Ucrânia está entre os maiores exportadores mundiais de trigo e milho
Por: -Leonardo Gottems

A Ucrânia exportou 1,11 milhão de toneladas de grãos nos primeiros 22 dias de junho, uma queda de 44% em relação ao mesmo período de 2021, informou a Reuters, citando dados do Ministério da Agricultura divulgados em 27 de junho. Os volumes incluíram 978.000 toneladas de milho, 104.000 toneladas de trigo e 24.000 toneladas de cevada, mostraram os dados. A Ucrânia exportou até 6 milhões de toneladas de grãos um mês antes de a Rússia lançar uma invasão em 24 de fevereiro.

A Ucrânia está entre os maiores exportadores mundiais de trigo e milho. Os exportadores estão lutando para tirar o que resta do armazenamento do país, porque os portos ucranianos no Mar Negro, como a cidade-chave de Odessa, estão  bloqueados  pela Rússia. Os volumes de exportação de maio caíram para 1,7 milhão de toneladas, já que a Ucrânia, que geralmente exporta a maioria de seus produtos através de seus portos do Mar Negro, foi forçada a transportar grãos de trem pela fronteira ocidental ou por portos muito menores do rio Danúbio. Os mercados mundiais reagiram com o rápido aumento dos preços para níveis quase recordes, criando  preocupações alimentares para os países menos desenvolvidos  e dependentes de importações.

As exportações de grãos da Ucrânia caíram 24% para 39 milhões de toneladas até agora na temporada de julho de 2020 a junho de 2021, informou a Reuters , citando dados do Ministério da Agricultura. As exportações incluíram 15,13 milhões de toneladas de trigo, 19,14 milhões de toneladas de milho e 4,12 milhões de toneladas de cevada.

Até agora, os comerciantes usaram cerca de 86% da cota total de exportação de trigo de 17,5 milhões de toneladas para a temporada de comercialização de 2020-21. Traders e o ministério disseram que é improvável que as exportações atinjam a cota total nesta temporada. O governo disse que as exportações podem cair para 45,7 milhões de toneladas em 2020-21 devido a uma colheita menor, informou a Reuters.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.