Exportações do PR aos países do Mercosul têm aumento de 11,56%
CI
Agronegócio

Exportações do PR aos países do Mercosul têm aumento de 11,56%

Os produtos mais exportados foram automóveis, adubos, motores, tratores e acessórios para carrocerias
Por:

O Paraná exportou no mês de fevereiro para os países que formam o Mercosul - Argentina, Uruguai Paraguai e Venezuela - US$ 87 milhões, alta de 11,56% sobre o mesmo período de 2006. Já as importações no mês alcançaram US$ 47 milhões, crescimento de 14,56%. Com isso, o saldo da balança comercial do Estado com o bloco econômico ficou em US$ 40 milhões no mês. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio.

Os produtos industrializados lideraram novamente as exportações paranaenses. “Dos dez principais produtos exportados para o Mercosul, nove foram industrializados”, informa o secretário estadual da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul, Virgílio Moreira Filho. Os destaques ficaram para os automóveis, adubos, motores, tratores e acessórios para carrocerias. “Entre os importados estão caixas de marchas para veículos, automóveis, trigo, alho, fibras de madeira, milho, leite integral e produtos químicos”.

Ainda segundo o secretário, o resultado é reflexo, entre outros aspectos, de políticas públicas implantadas pelo governo do Estado em parceria com empresas e que intensificam as relações comerciais paranaenses com o bloco econômico. “No caso da Venezuela, por exemplo, exportamos 178% a mais em fevereiro deste ano. Para o Paraguai, a alta foi de 53%. Já para a Argentina, nosso principal parceiro no bloco do Mercosul, o aumento foi de 9%”, acrescenta Moreira Filho.

O secretário lembra ainda que o Paraná é único Estado que mantém políticas públicas de intercâmbio com o Mercosul. “É uma prioridade que tem aproximado principalmente regiões específicas dos países vizinhos com o Paraná”, explica. “Diversas missões e rodadas de negócios estão inserindo produtos de pequenas empresas do Estado por todo o bloco econômico”.

Geral - Na relação geral com todos os países que o Paraná comercializa, o Estado fechou o mês de fevereiro com exportações de US$ 760 milhões. O resultado foi 20,86% maior que o verificado no mesmo período de 2006. Já as importações no mês alcançaram US$ 539 milhões, crescimento de 54,58%, o que garantiu um saldo da balança comercial de US$ 221 milhões.

Na liderança entre os compradores de produtos paranaenses em fevereiro, a Alemanha absorveu 13% das vendas realizadas pelo Estado, com US$ 125 milhões. O país foi seguido pelos Estados Unidos (US$ 69 milhões) e pela Argentina (US$ 65 milhões).

Na lista de países importadores, a Nigéria ocupou a liderança no mês ao vender petróleo para o Paraná, atingindo cifras de US$ 124 milhões. Os Estados Unidos seguiram atrás, com US$ 45 milhões, e a Alemanha ficou na terceira posição, com US$ 42 milhões.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink