Falta de contêineres atrasa exportação de frutas do NE
CI
Agronegócio

Falta de contêineres atrasa exportação de frutas do NE

Produtores enfrentam dificuldades de escoamento no auge da safra
Por:
A concentração das exportações brasileiras de carne bovina, uma pequena melhora nos embarques de frutas e a demanda da China e da Índia por navios estão provocando novos problemas logísticos nos portos nordestinos. Produtores do Vale do São Francisco, maior pólo de frutas do país, enfrentam dificuldades de escoamento no auge da safra e prevêem prejuízos substanciais. Há casos em que exportadores recorreram ao transporte aéreo para honrar contratos.


O problema está localizado sobretudo nos embarques de uva e manga, dois carros-chefes da região, que começaram a ser escoados no fim de setembro. Analistas concordam que a safra de manga está melhor que a de 2005 e a uva se recuperou neste semestre, o que provocou uma disputa por contêineres refrigerados com exportadores de carne do Sul e Sudeste. "Os contêineres sumiram depois que a Rússia levantou o embargo à carne brasileira [ver matéria ao lado]", diz o consultor Jean Paul Gayet.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink