Algodão

Farelo de algodão subiu acompanhando as altas de preços do farelo de soja

Preços do farelo de algodão subiram no mercado interno
Por:
673 acessos

No embalo do farelo de soja, os preços do farelo de algodão subiram no mercado interno. A colheita do algodão de segunda safra ganhará força a partir de julho no país, portanto a menor disponibilidade do produto neste momento colabora com as altas de preços.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, em São Paulo, a tonelada do farelo de algodão com 38% de proteína bruta está cotada, em média, em R$846,25, sem o frete. Houve valorização de 0,9% em abril, em relação a março deste ano. Entretanto, na comparação com abril do ano passado, o farelo de algodão está custando 10,1% menos.

Para os próximos meses, a expectativa é de preços firmes para o farelo de soja, o que deverá dar sustentação também as cotações do farelo de algodão e demais alimentos concentrados proteicos. A procura por contratos para a compra de farelo de algodão para entrega em julho e em agosto tem aumentado desde que os preços começaram a subir.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink