Fazenda bate recorde em leilão online
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,666 (-0,38%)
| Dólar (compra) R$ 5,50 (0,60%)

Imagem: Marcel Oliveira

NOVOS TEMPOS

Fazenda bate recorde em leilão online

Foram comercializados 695 touros nelore com faturamento superior a R$ 8 milhões
Por: -Eliza Maliszewski
245 acessos

A Agro-Pecuária CFM, localizada na região de São José do Rio Preto (SP), conseguiu um recorde de comercialização no megaleilão realizado no último dia 6 de agosto.

Com aposta em seleção genômica aprimorada, foram vendidos 695 reprodutores Nelore, pelo valor médio de R$ 12 mil. O faturamento total superou os R$ 8 milhões, uma alta de 36%. 

Os touros foram adquiridos por oitenta criadores de 10 estados (Amazonas, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rio Grande do Norte, São Paulo e Tocantins). 

O evento aconteceu pela primeira vez de forma virtual devido às limitações do coronavírus. Os resultados surpreenderam.  “Colocamos à venda os melhores touros da safra 2018, reprodutores que estão prontos para trabalhar na próxima estação de monta, imprimindo atributos de fertilidade, precocidade, ganho de peso e terminação”, informa Tamires Miranda Neto, gerente de pecuária da CFM.

As vendas de reprodutores Nelore CFM continuam nas fazendas São Francisco (Magda, SP) e Lageado (Dois Irmãos do Buriti, MS) e mais um leilão já está sendo preparado. “Os bons resultados expressaram a realidade positiva do momento, tendo em vista o crescimento das cotações do boi gordo e a valorização dos animais de reposição”, destaca Neto.

Selo CEIP faz a diferença

A CFM é a maior fornecedora de touros com características superiores do país. Esse índice é baseado no selo CEIP. O Certificado Especial de Identificação e Produção é o documento criado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento que garante que o animal que o recebe terá progênie com desempenho produtivo muito superior à média de seu rebanho de origem. Baseado nisso a agro-pecuária pode comercializar 30% dos melhores machos de cada safra. O restante é descartado e segue para engorda. “A seleção busca manter as qualidades mais desejadas nos descendentes. Animais de personalidade difícil ou baixo ganho de peso não servem para genética”, explica o gerente.

VEJA: Genética Nelore garante resultados de destaque nacional

O local faz seleção de rebanho desde o início da década de 1980  e possui o selo desde 1996. A avaliação do rebanho baseia-se na análise de 12 diferentes características baseadas em medições de ganho de peso, precocidade sexual, fertilidade, habilidade materna e qualidade de carcaça. Das 12 características avaliadas, quatro indicadores tem destaque por serem considerados diretamente impactantes no resultado econômico da atividade pecuária: peso à desmama, ganho de peso pós desmama, perímetro escrotal e musculatura.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink