Leilão

Fazendas vão a leilão com 90% de desconto

Parte da massa falida da empresa Boi Gordo vai a leilão em dezembro com lance inicial de R$ 18 milhões
Por:
463 acessos

Doze fazendas que pertenceram à empresa Boi Gordo irão a leilão no dia 14 de dezembro com valor 90% menor do que a avaliação de mercado. As propriedades ficam na região de Comodoro, no oeste de Mato Grosso.

Inicialmente estimadas em R$ 177 milhões, as fazendas já têm uma proposta de quase R$ 18 milhões, mas devem ir a leilão por decisão do juiz de Direito da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), Marcelo Sacramone. O objetivo é que outros interessados também possam dar seus lances.

“Caso não sejam dados outros lances, o proponente será dado como vencedor”, determinou Sacramone.

As áreas são de alto potencial produtivo e compõem um bloco de 53 mil hectares, com terras para criação de cabeças de gado e cultivo de soja e milho. O valor poderá ser pago com a renda das propriedades, em cinco parcelas semestrais.

Segundo o leiloeiro oficial Cezar Augusto Badolato, a habilitação para participar do leilão híbrido (presencial e on-line) teve início na ultima quinta-feira (18) e exige depósito caução de R$ 200 mil.

“O arrematante deve pagar, em até 48 horas, 20% do valor do lance mais os 4,5% de comissão. Depois vêm as parcelas semestrais”, explica o leiloeiro da Lut Leilões, empresa encarregada dos leilões da massa falida da Boi Gordo desde março de 2016.

Relembre o caso

A Boi Gordo faliu em 2004. A massa falida tinha mais de 30 mil investidores que, atualmente, se tornaram credores, e exigem o pagamento de cerca de R$ 4,2 bilhões.

“O trabalho para recuperar esses ativos ainda continua, mas que sirva de alerta para que, antes de investir, os interessados pesquisem e investiguem a idoneidade do investimento antes de colocar altos valores em negócios considerados inovadores”, alerta Eronides Santos, promotor de Justiça de Falência do MP-SP (Ministério Público de São Paulo).

A expectativa para o leilão do dia 14 de dezembro é de que se alcance o dobro do valor do lance inicial, de R$ 18 milhões. “As propriedades são boas e estão muito baratas, e esta será a última oportunidade que os interessados terão para comprar essas terras”, diz Sauer.

Mais informações e participação no leilão estão disponíveis no site: https://www.lut.com.br/. 

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink