Feijão e açúcar puxam aumento de 17% no preço da cesta básica em 2016

Agronegócio

Feijão e açúcar puxam aumento de 17% no preço da cesta básica em 2016

Considerando mês de dezembro, cesta ficou 0,84% mais cara.
Por:
789 acessos

O preço da cesta básica de João Pessoa aumentou 16,85% em 2016, de acordo com pesquisa divulgada pelo Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme), nesta terça-feira (3). Segundo a pesquisa, o o feijão e o açúcar apresentaram as maiores variações durante o ano: 78% e 40,17%, respectivamente. Considerando o mês de dezembro, a cesta ficou 0,84% mais cara em relação ao mês anterior.

Segundo o estudo do Ideme, o aumento da cesta básica da Capital, em dezembro, foi liderado pelos seguintes produtos: óleo de soja (9,11%), raízes (7,61%), legumes (5,54%) e frutas (4,91%). Além desses produtos, o pão francês (2,33%), o café moído (1,27%), o leite pasteurizado (1,16%) e as carnes (0,33%) também apresentaram variações positivas. Já os produtos que registraram quedas de preços médios foram o feijão (7,88%), arroz (4,56%), farinha de mandioca (3,30%), margarina (3,11%) e açúcar (0,27%).

O custo total da cesta básica em dezembro/16 foi de R$ 369,29, o que representa o equivalente a 41,96% do salário mínimo. Em 2015, o preço total foi de R$ 315,99. Com isso, um trabalhador que em no mês passado ganhou um salário mínimo de R$ 880,00 precisou trabalhar o equivalente a 92h e 19min para adquirir sua alimentação individual. Já uma família composta por quatro pessoas teve que dispor de R$ 1.477,16.

 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink