Financiamento da safra já usa cripto na Argentina
CI
Imagem: Pixabay
TECNOLOGIA

Financiamento da safra já usa cripto na Argentina

Produtor recebe um agrotoken para cada tonelada de grãos que vendeu e entregou
Por: -Leonardo Gottems

O financiamento da safra de soja, milho e trigo através de empréstimos garantidos com criptoativos já é uma realidade na Argentina. A Agrotoken fechou parceria com o Santander e lançaram “a primeira experiência mundial” de disponibilizar recursos através de tokens baseados em commodities agrícolas.

Para cada token há uma tonelada de grãos que o produtor vendeu e entregou a uma empresa de comércio de grãos e produção agrícola. Da mesma forma, todas as toneladas também são validadas através de um PoGR – sigla em inglês para Proof of Grain Reserve, um sistema transparente, seguro, descentralizado e auditável em todos os momentos através de uma moderna infraestrutura de segurança.

Uma vez que os produtores tenham seus ativos digitais, os agrotokens podem ser usados para realizar diferentes operações, observando os três índices de preços definidos em conjunto com o Grupo Matba Rofex (mercado onde são negociados futuros e opções financeiras e agrícolas), que refletem o valor dos grãos em tempo real. Desde o início de 2021, foram realizadas diversas operações que demonstram a usabilidade dos criptoativos na troca por diversos tipos de insumos, caminhões, máquinas e imóveis, entre outros.

Eduardo Novillo Astrada, CEO & Co-fundador de Agrotoken, afirma que estão sendo “criados, junto com o Santander, diversos produtos financeiros para oferecer aos produtores agrícolas um serviço com o qual eles possam acessar de forma fácil e tranquila um novo sistema de crédito lastreado na venda de seus grãos”.

“No Santander Argentina contamos com tecnologia e inovação para gerar novas soluções de negócios que facilitem a vida e ampliem as oportunidades dos produtores agrícolas. Esta é a primeira vez que uma plataforma de serviços financeiros que utiliza a tecnologia blockchain e criptoativos para expandir o mercado de crédito agrícola e liberar o potencial de negócios do produtor”, disse Fernando Bautista, Head de Agronegócios do Santander Argentina.

O banco anuncia que “aposta na tecnologia” e investirá nesta área 225 milhões de dólares na na Argentina. De acordo com eles, é a primeira vez que uma plataforma global de serviços financeiros vincula tokens de produtos agrícolas a produtos financeiros, utilizando tecnologia blockchain para gerar novos negócios e tornar o processo mais eficiente.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.