Firmeza nos movimentos de alta nas cotações do milho
CI
Imagem: Leonardo Gottems
PREÇOS INTERNOS

Firmeza nos movimentos de alta nas cotações do milho

Compradores têm expectativa de que o início da colheita possa pressionar as cotações.
Por: -Aline Merladete

O movimento de alta nas cotações do milho segue firme no Brasil. Segundo pesquisadores do Cepea, o impulso vem dos baixos estoques internos de milho, da queda na produção da safra de verão e dos preços elevados nos portos.

Diante disso, em muitas regiões consultadas pelo Cepea, os valores atingem novos patamares recordes nominais. Conforme os dados do boletim informativo do Cepea, as cotações externas também avançam, influenciadas por estimativas indicando safra e estoques de passagem menores que os previstos anteriormente. Quanto aos negócios no spot nacional, pesquisadores ressaltam que ainda ocorrem apenas quando há maior necessidade.

Enquanto vendedores, atentos à queda na produção, estão à espera de novas valorizações, compradores têm expectativa de que o início da colheita possa pressionar as cotações.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink