Fracas chuvas de monções atrasam plantio de algodão e soja na Índia
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,69%)


Plantio

Fracas chuvas de monções atrasam plantio de algodão e soja na Índia

Semeadura de algodão caiu 16,3 por cento, enquanto o plantio de soja ficou em 59 por cento durante o período
Por:
524 acessos

O plantio de safras de verão como soja, algodão, milho e leguminosas tem sido adiado na Índia devido ao lento progresso das chuvas de monções nas partes central e ocidental do país, levantando preocupações sobre a produção, disseram representantes da indústria à Reuters.

A menor produção de soja poderia forçar a Índia a aumentar as importações de óleos comestíveis, como o óleo de palma e o óleo de soja, enquanto uma queda na produção de algodão poderia limitar os embarques do maior exportador da fibra do mundo.

A semeadura do algodão tem sido adiada nos Estados ocidentais de Gujarat e Maharashtra, os dois maiores produtores da fibra do país, já que as chuvas não foram suficientes para a semeadura, disse Atul Ganatra, presidente da Associação de
Algodão da Índia.

"Mas o plantio pode ganhar ritmo, uma vez que as monções alcancem essas partes", disse ele. Até agora, os agricultores plantaram 11,6 milhões de hectares em lavouras de verão, o que representa uma queda de 9,7 por cento em comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com dados do Ministério da Agricultura.

A semeadura de algodão caiu 16,3 por cento, enquanto o plantio de soja ficou em 59 por cento durante o período.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink