Frango vivo inicia 2ª quinzena com a menor remuneração em de 18 meses
CI
Agronegócio

Frango vivo inicia 2ª quinzena com a menor remuneração em de 18 meses

Estabilidade de cinco dias em MG e de dois em SP já é um bom sinal
Por:
O frango que está sendo abatido hoje nos frigoríficos paulistas foi comercializado no último sábado, 14, por R$1,50/kg, valor ao qual retrocedeu na sexta-feira, 13, quando – pela quinta vez em cinco dias de negócios – voltou a perder mais cinco centavos de seu preço. Em Minas Gerais o frango vivo encerrou a quinzena cotado a R$1,55/kg, valor que se manteve desde a terça-feira, 10, quando ocorreu a última redução no Estado.


A estabilidade de cinco dias em Minas Gerais e de dois dias em São Paulo já é um bom sinal. Torce-se, agora, para que pelo menos se repita o mesmo comportamento da segunda quinzena de janeiro de 2011. Porque então, após repetidos recuos na primeira metade do mês, o preço do produto estabilizou-se (vide gráfico abaixo).


Mas desta vez a estabilidade tarda. Porque, em apenas dez dias de negócios, o frango vivo viu seu preço retroceder mais de 20%. Isso sem contar outros 13,6% perdidos na semana do Natal (entre 21 e 28 de dezembro de 2011).

Em decorrência, a perda de quase 32% acumulada em menos de 30 dias faz com que o produto obtenha agora sua pior remuneração em mais de 18 meses. Ou seja: tem o mesmo valor (nominal) registrado pela última vez no início de julho de 2010.

Adicione-se a isso o aumento de mais de 70% apresentado pelo milho nesse espaço de tempo e se terá o retrato atual do produtor de frango.




Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.