Fundação MT em Campo 2016 encerrou com saldo recorde de participantes
CI
Agronegócio

Fundação MT em Campo 2016 encerrou com saldo recorde de participantes

participantes de 11 estados brasileiros
Por:

Realizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso, Fundação MT, o Fundação MT em Campo 2016 encerrou com saldo recorde de participantes. As duas etapas – Nova Mutum (MT) nos dias 29 e 30 de janeiro e Rondonópolis (MT) nos dias 5 e 6 de fevereiro – receberam mais de 1.500 participantes de todo o estado de Mato Grosso e de municípios de Mato Grosso do Sul, Goiás, Rondônia, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Pará e Piauí. Produtores rurais dos países vizinhos Colômbia e Paraguai também conheceram os experimentos da instituição.
 
O tema da edição 2016 foi Produtividade & Rentabilidade, com 21 estações de pesquisa nas culturas soja, milho e algodão em temas como estádios de dessecação da soja, efeitos da palha para a semeadura da soja, compactação do solo,  rotação de culturas, adubação, efeitos da subadubação, calagem e gessagem, arranjo espacial de plantas, agricultura de precisão, controle de pragas, insetos e doenças, avaliação de fungicidas, manejo de herbicidas, manejo de nematoides, sombreamento na cultura da soja, vitrine de cultivares de soja e algodão para safrinha e plantas de cobertura.
 
Em Nova Mutum, o Fundação MT em Campo aconteceu no Centro de Aprendizagem e Difusão (CAD), considerada a maior área demonstrativa de práticas agrícolas do Estado e onde o evento é realizado há três anos. A chuva sem trégua nos dois dias não inibiu os visitantes, que conheceram de perto os experimentos, como se comportaram e reagiram à estiagem ocorrida desde o início do plantio da soja.
 
Em Rondonópolis, o evento foi na Estação Experimental Cachoeira, onde os pesquisadores conduzem ensaios de até oito anos. “Tivemos dias de campo com abordagens muito transparentes, com situações reais e de impacto para a agricultura. A interação do público ficou evidente e atingimos alguns dos nossos objetivos: gerar o debate, o aprendizado e a troca de informações”, comentou Leandro Zancanaro, gestor de Pesquisa da Fundação MT.
 
Em 40 horas de eventos, os participantes tiveram 23 pesquisadores à disposição para esclarecer dúvidas e ampliar o conhecimento não só do público, mas também do time de técnicos da instituição. Para o produtor Daniel Gobbo, de Nova Mutum, que participa do evento desde a primeira edição, as informações sempre colaboram com a produção da safra. “Os assuntos que vim buscar nesta edição foram variedades de soja e adubação, principalmente, mas sempre que posso visito o CAD e dou uma olhada nos experimentos que estão sendo preparados”, disse.
 
Na tenda principal dos eventos, as informações sobre o clima foram repassadas pelo agrometeorologista da Somar Meteorologia, Marco Antonio dos Santos. Cada participante recebeu chapéu árabe, capa de chuva e brinde do evento. Os patrocinadores da edição 2016 foram Aprosmat, Aprosoja, Arysta, Basf, Bayer, Du Pont, Goodyear, Jacto, Monsanto, Nufarm, Sicredi, Syngenta, TMG e UPL.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.