Fundecitrus e Embrapa assinam acordo de cooperação
CI
ACORDO

Fundecitrus e Embrapa assinam acordo de cooperação

Aliança estratégica tem como objetivo fortalecer o desenvolvimento de pesquisas
Por:

Aliança estratégica tem como objetivo fortalecer o desenvolvimento de pesquisas em conjunto e unir esforços para sustentabilidade do cinturão citrícola

O presidente do Fundecitrus, Lourival Carmo Monaco, e o presidente da Embrapa, Sebastião Barbosa, assinaram acordo de cooperação das instituições nesta quarta-feira (3), em Brasília (DF). O acordo prevê a implementação de uma Unidade Mista de Pesquisa e Transferência de Tecnologia (UMIPTT) para o desenvolvimento de pesquisas em conjunto e união de esforços para a sustentabilidade da cadeia produtiva de citros. A parceria envolve ainda a Fundação de Pesquisas Agroindustriais de Bebedouro (Fupab).

A aliança estratégica entre as instituições de pesquisa, privadas e pública, tem como propósito fortalecer as ações no setor citrícola, conjugando recursos humanos, materiais e financeiros para viabilizar soluções de pesquisa, desenvolvimento e transferência de tecnologia.

O contrato assinado tem duração de 10 anos e dentre os objetivos iniciais da parceria estão o estabelecimento e a manutenção de matrizeiro de citros e o fomento de projetos estratégicos para o controle do greening (huanglongbing/HLB), como melhoramento genético, avaliação de variedades de interesse da citricultura, práticas de controle do inseto transmissor e otimização do sistema de monitoramento regional do psilídeo. Também está prevista a colaboração em projetos de biotecnologia para obtenção e desenvolvimento de variedades resistentes a pragas dos citros. 

Segundo o presidente do Fundecitrus, o acordo irá fortalecer a citricultura e contribuir com a sustentabilidade da cadeia produtiva dentro dos escopos ambiental, econômico e social, principalmente na atuação com os pequenos produtores. "O grande desafio  que temos hoje pela frente está ligado à sustentabilidade, e só por meio da cooperação mútua entre as instituições e a iniciativa privada é que conseguiremos encarar esse desafio e as exigências do mercado", ressaltou Monaco.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.