Futuros fecham em alta de 16 pontos em Chicago
CI
Imagem: Nadia Borges
COTAÇÕES

Futuros fecham em alta de 16 pontos em Chicago

O contrato de março atingiu uma alta de $ 14,09/bu
Por: -Leonardo Gottems

Os futuros da soja em Chicago subiram 15-18 c/bu na terça-feira, na expectativa de que o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) cortaria os estoques finais dos EUA para o ano comercial de 2020/21, mas apesar do relatório Wasde  ter superado as expectativas, a soja  diminuiu no final do dia. As informações são da TF Agroeconômica. 

“O contrato de março atingiu uma alta de $ 14,09/bu - o nível  mais  alto  desde  meados  de  janeiro  deste  ano  - antes  de  voltar  a  $  13,92/bu  até  o  momento  da publicação. Isso  representou  um  aumento  marginal  no  dia. A flexibilização ocorreu apesar do USDA cortar as ações mais do que o esperado - com os observadores da bola de cristal sugerindo que as ações finais cairiam para 120 milhões  de  bu,  6  milhões  de  bu  mais  do  que  uma pesquisa de analistas esperava”, comenta a consultoria. 

O  número,  que  equivale  a  um  corte  de  550.000 toneladas métricas,  deve-se exclusivamente à onda de compras sustentada pelos britadores chineses nos últimos meses. As ações agora representam uma baixa de oito anos. 

“O  câmbio  teve  uma  tarde  agitada,  com  duas  intervenções  inesperadas  do  Banco  Central.  Com  o  real  operando descolado  de  seus  pares  emergentes,  por  causa  do  desconforto  causado  pela  situação  fiscal  do Brasil,  e  a  moeda americana batendo em R$ 5,45, o  BC fez dois leilões de swap (venda de dólar no mercado futuro), somando US$ 1 bilhão. As  operações  conseguiram acalmar o mercado, mas  mesmo  assim  o  dólar  ainda  fechou  em  alta. Profissionais  das  mesas  de  câmbio  dizem  que  leilões serão  ineficazes  se  a  situação  fiscal  não  melhorar, sobretudo  após  a  frustração  da  visão  inicial  de  que  o auxílio emergencial teria como contrapartida o avanço do ajuste das contas públicas, o que o Congresso não sinaliza ter interesse em fazer neste momento”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink