Galpão lonado traz praticidade ao armazenamento
CI
Imagem: Divulgação
ESTRUTURA

Galpão lonado traz praticidade ao armazenamento

Tempo de montagem, documentação facilitada e custo menor são os atrativos
Por: -Eliza Maliszewski

Os galpões em lona vem ganhando espaço no agronegócio. Tratam-se de estruturas que podem ser montadas e desmontadas facilmente e ampliar a capacidade de armazenamento em uma propriedade. Há muitas vantagens em relação às estruturas de alvenaria. 

O principal é o custo. Segundo levantamento do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Grandes Estruturas do Estado de São Paulo  (Sinduscon/SP) o custo básico de um galpão industrial, em maio de 2020, foi de R$ 809,40, por metro quadrado. No caso dos lonados, a contabilidade é diferente. Para as empresas que apuram imposto de renda pelo lucro real com regime não cumulativo, eles são considerados despesas. Com isso, podem obter créditos do PIS e Cofins sobre as despesas com aluguel de imóveis, máquinas e equipamentos destinados à empresa, sejam estes designados às atividades industriais, comerciais ou administrativas.

O tempo de montagem é mais rápido. Como exemplo a montagem de quatro mil metros quadrados pode levar apenas 8 dias. A documentação é outro fator.  Para construção de um galpão de alvenaria, é preciso que se retire, nos órgãos competentes, o documento de regularização da obra, cujo custo é calculado por metro quadrado construído. Para os galpões lonados, não se solicita os mesmos documentos para sua montagem e desmontagem.

Os galpões em lona possuem portões de acesso com 5 metros ou 10 metros de largura e pé direito de 6 metros. Isto permite, caso necessário, a entrada e circulação de todos os tipos de caminhões, carretas e contêineres comercializados no mercado. Porém, é possível executar projetos especiais que requerem alturas internas maiores. Podem ser usados para armazenar a safra, matéria-prima, insumos, maquinário, equipamentos e /ou produtos (exceto aqueles que necessitam de sistema de aeração).

De acordo com Naldo Sales, CEO do Grupo Recon, empresa paulista que trabalha com esse tipo de estrutura, o cliente pode comprar ou locar o galpão. A vida útil também é considerável. A lona tem durabilidade de 25 anos e a parte metálica, 60 anos. “Os projetos são personalizados de acordo com a necessidade. Não temos um valor padrão, mas podemos garantir que, comparado ao galpão de alvenaria, uma das principais vantagens do galpão em lona é justamente o preço. Não só para montagem da estrutura, mas também pela manutenção”, explica.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink