Governo define zoneamento agrícola para feijão caupi na Bahia
CI
Agronegócio

Governo define zoneamento agrícola para feijão caupi na Bahia

Não são recomendados os solos pedregosos e com profundidade inferior a 50 cm
Por:

O zoneamento agrícola para o plantio do feijão caupi em 1.049 municípios da Bahia foi publicado na Portaria 293, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 1º de setembro. Conhecido também como feijão-de-corda ou macassar, desenvolve-se bem em temperaturas médias anuais entre 18ºC e 34ºC e exige um mínimo de 300 mm de precipitação (chuva) ao longo do ciclo vegetativo.

Não são recomendados os solos pedregosos e com profundidade inferior a 50 cm para o plantio do caupi. O cultivo do grão no estado da Bahia respondeu por 15% da safra nacional no ano passado, com produção de 387 mil toneladas em 580 mil hectares, de acordo com dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Em outras duas portarias, o Diário Oficial traz as modificações dos períodos de plantio para a cana-de-açúcar em Alagoas e Pernambuco, divulgadas em janeiro e março deste ano.

Confira as mudanças nas portarias 294 e 295.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink