Governo/PR apoia projeto para aumentar a produção de leite no Sudoeste
CI
Agronegócio

Governo/PR apoia projeto para aumentar a produção de leite no Sudoeste

A proposta deverá beneficiar os 42 municípios da região
Por:
A Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento e o Instituto Emater vão dar suporte técnico e tecnológico para o desenvolvimento de um projeto criado pela Agência de Desenvolvimento Regional do Sudoeste do Paraná para aumentar e melhorar a produção de leite e queijos. A proposta deverá beneficiar os 42 municípios da região.

O projeto foi apresentado ao governo estadual na quarta-feira (26/09) e a estimativa é de que sejam necessários R$ 73,6 milhões para a realização de ações de capacitação e qualificação de 45.700 agricultores e agroindústrias familiares. Os recursos serão negociados pelos próprios produtores e municípios junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O documento apresentado ao governo prevê a transformação de 150 propriedades produtoras de leite e 30 propriedades que fabricam queijo no Sudoeste em Unidades de Referência, que servirão de modelo para os demais produtores. Elas serão distribuídas de forma estratégica para multiplicar boas práticas de manejo e produção.

Os treinamentos previstos são nas áreas de Sanidade Animal, Tecnologia de Produção Leiteira e Qualidade do Leite. Os produtores serão capacitados para reformular as ações nas propriedades, desde o trato animal até a manipulação da produção. Entre os cuidados exigidos estão exames preventivos para identificação de doenças infectocontagiosas no rebanho e a higienização nas fases de ordenha, pós-ordenha e na atividade queijeira.

ALINHAMENTO – Segundo o diretor-geral da Secretaria da Agricultura, Otamir Martins, o projeto está alinhado com os objetivos já traçados pela pasta. Para ele, o projeto poderá ganhar uma dimensão ainda maior se for negociado também com o Banco do Brasil, para apoiar diretamente os produtores com linhas de financiamento atrativas.

Segundo Martins, a proposta do Sudoeste deve ser focada na qualidade do leite. Ele disse que a secretaria será parceira do projeto apoiando inovações tecnológicas desde a produção até o mercado consumidor. “A agricultura não pode mais ser apenas um meio de sobrevivência. Os produtores rurais devem enfrentar os novos desafios que estão propostos para gerar renda”, disse.

MAIOR PRODUTORA – A região Sudoeste do Paraná se destaca como a maior produtora de leite do Estado, respondendo por 26,% da produção estadual, estimada em 3,6 bilhões de litros, segundo o Departamento de Economia Rural (Deral). As informações são baseadas em estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010.

Segundo o médico veterinário Fabio Mezadri, do Deral, o Sudoeste foi a região que mais cresceu em produção de leite nos últimos anos. Entre os anos 2000 e 2010, o aumento foi de 214%, passando de 304,3 milhões para 956,3 milhões de litros por ano. “Isso demonstra que a região está fazendo uso de mais tecnologia, embora tenha caminhos a serem percorridos para atingir o padrão recomendado”, diz.

RESULTADOS – Entre os resultados esperados pela proposta da Agência de Desenvolvimento Regional do Sudoeste do Paraná, que é vinculada à associação dos municípios da região, estão a melhoria da qualidade e da apresentação de produtos de melhor qualidade, produzidos dentro dos padrões e normas vigentes sobre o leite e queijo; produtores capacitados para o manejo dos animais, agindo proativamente no controle da saúde animal e em sua alimentação; a adoção de tecnologia de produção na propriedade para melhorar o manejo da pastagem e proporcionar o aumento da produtividade e qualidade do leite; adoção de tecnologia da produção de queijo para fabricação de produtos tradicionais, como os queijos coloniais de reconhecida qualidade, com a valorização da mão de obra feminina e de jovens, com grande retorno social e elevada agregação de valores aos produtos.

Participaram da discussão do projeto o diretor geral da Seab, Otamir Cesar Martins; o presidente do Instituto Emater, Rubens Niederheitmann; o diretor de Desenvolvimento Agropecuário (Deagro) da Seab, Romulo Assis Lima; o diretor da Agência de Desenvolvimento Regional do Sudoeste do Paraná, Celio Bonetti; o vice-presidente da Amsop e prefeito de Bom Sucesso do Sul, Elcio Monareto; e os chefes de núcleo da Seab em Pato Branco, Rosangela Picolo; em Francisco Beltrão, Neri Munaro; e em Dois Vizinhos, Vinicius Deotan Coletti.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink