Granjas: redução do uso de antibióticos é tendência de mercado

Antibióticos

Granjas: redução do uso de antibióticos é tendência de mercado

Pesquisas recentes sobre o assunto serão apresentadas em simpósio da Alltech durante a PSA Latino American 2018, em Campinas
Por:
138 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

A redução do uso de antibióticos no setor de produção animal é cada vez mais exigida pelo mercado. A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), alerta que a utilização indiscriminada desses compostos eleva a resistência das bactérias, colocando a saúde dos animais e das pessoas em risco. Segundo estimativa da FAO, a resistência a antibióticos causa 700 mil mortes de pessoas por ano em todo mundo, sendo que o uso em alta escala dessas substâncias pode resultar em 10 milhões de óbitos até 2050.

Pesquisas mais recentes sobre o assunto serão apresentadas durante a edição latinoamericana da Poultry Science Academy, que ocorrerá entre os dias 6 e 8 de novembro, em Campinas (SP). O evento contará com um simpósio promovido pela Alltech do Brasil a respeito do uso de antibióticos em aves, coordenado pela gerente técnica da Alltech do Brasil, Adriana Nascimento. Essas discussões também irão abrir espaço para representantes do setor produtivo e do varejo contarem suas experiências sobre os impactos da redução do uso dessas substâncias, além das demandas do consumidor quanto a qualidade do produto final.

Irão ministrar palestras durante o simpósio o diretor estratégico da Alltech na América Latina, Paulo Rigolin, o presidente e proprietário da Southern Poultry Research, Greg Mathis, a diretora global de avicultura da MSD, Elise Myers, o gerente comercial do Grupo Pão de Açúcar, André Artin Machado, o diretor de nutrição da Southern Poultry Research, Brett Lumpkins, e a gerente técnica de avicultura da Alltech Canadá, Kayla Price.

Tendência mundial

A utilização de soluções naturais à base de leveduras na dieta das aves aparece como uma alternativa vantajosa para os avicultores garantirem a segurança alimentar nas granjas, além de proporcionar maior produtividade e qualidade no produto final. “O consumidor é o grande ponto dessa cadeia e a produção deve se pautar para atingir a qualidade exigida por ele”, avalia Nascimento.

No Brasil, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento já proibiu a utilização de alguns antibióticos e estabeleceu dosagens máximas para outras substâncias desse tipo. Assim o avicultor precisa disponibilizar na dieta das aves, compostos que consigam substituir o efeito dos medicamentos, gerando segurança alimentar aos animais e a garantia da produtividade e sanidade na granja. Uma tecnologia usada para garantir resultados positivos é a nutrigenômica, que por meio de uma análise gênica das aves consegue obter soluções mais eficientes ou melhores aditivos naturais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink