Grupo avalia incentivo para usinas

Agronegócio

Grupo avalia incentivo para usinas

Após a inclusão de 212 municípios no zoneamento, será iniciada a segunda etapa dos trabalhos para a produção de etanol no RS
Por:
307 acessos

O Rio Grande do Sul poderá contar com política fiscal que incentive a implantação de usinas de beneficiamento de cana-de-açúcar para produção de álcool. Em encontro ontem, no Galpão Crioulo do Palácio Piratini, em Porto Alegre, a governadora Yeda Crusius determinou a criação de grupo de trabalho para estudar medidas para estimular o setor. Fazem parte as secretarias da Agricultura, da Fazenda, de Ciência e Tecnologia e do Desenvolvimento e Assuntos Internacionais. Participaram prefeitos de cem municípios e o deputado Luis Carlos Heinze.

Yeda explicou que, após a inclusão de 212 municípios no zoneamento agroclimático, será iniciada a segunda etapa dos trabalhos para a produção de etanol no Estado. A fase consiste em viabilizar a implantação de usinas, o que garantiria aos agricultores o escoamento da produção, explicou Heinze.

Em 2008, o consumo de etanol no Estado foi de aproximadamente 800 milhões de litros. Neste ano, a projeção é que o número chegue a 1,3 bilhão de litros. Além disso, o secretário do Desenvolvimento e Assuntos Internacionais, Márcio Biolchi, acrescentou que a planta de eteno verde da Braskem, que opera a partir de 2011, exigirá mais 600 milhões de litros por ano. Porém, a produção gaúcha não passa de 8 milhões de litros por ano.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink