Agronegócio

Grupo sul-coreano construirá indústria de soja no MS

O grupo Kaizen decidiu seguir o caminho contrário ao de outras multinacionais esmagadoras
Por: -Cibelle Bouças
12 acessos
O grupo sul-coreano Kaizen decidiu seguir o caminho contrário ao de outras multinacionais esmagadoras de grãos. A companhia anunciou ontem a construção de uma indústria de processamento de soja no município de São Gabriel do Oeste (MS) e o interesse em instalar um complexo industrial no Estado, com investimento total de R$ 710 milhões.


O grupo - que mantém negócios nas áreas de commodities agrícolas, petroquímica e mineração - importa soja brasileira há dez anos e processa o grão na Coréia do Sul. "A logística de transporte até a Ásia é muito cara. Não vale à pena enviar grandes volumes de produtos com baixo valor agregado", disse André Ishikiriyama, presidente da Kaizen no Brasil. Ele observou que os custos de produção são mais baixos no Brasil.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink