Ibama reforça combate a queimadas no Tocantins
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)


Agronegócio

Ibama reforça combate a queimadas no Tocantins

Incêndio na Ilha do Bananal é o mais crítico, diz Ministério do Meio Ambiente
Por:
1894 acessos
Mais de 20 brigadistas e dois aviões devem chegar ao estado nesta quinta (19). Incêndio na Ilha do Bananal é o mais crítico, diz Ministério do Meio Ambiente
Mais de 20 brigadistas do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e dois aviões se deslocam para o Tocantins nesta quinta-feira (19) para reforçar a equipe de combate às queimadas no estado. A força-tarefa será encaminhada principalmente ao Parque Nacional do Araguaia, na Ilha do Bananal, região mais crítica.

"Esse é o incêndio que mais nos preocupa no momento porque já dura mais de dez dias e é uma área de difícil acesso. A primeira informação que temos é de o fogo foi ateado pela população indígena, que usa queimadas para a caça, mas as chamas saíram do controle", diz ao G1 o coronel do Corpo de Bombeiros Wânios Amorim, do Ministério do Meio Ambiente.
 
Focos de incêndio nas serras do Carmo e do Lajeado, em que está o Parque Estadial do Lajeado, também preocupam autoridades e ainda contam com a atuação de brigadistas.

"Considerando os três estados mais críticos, que são Tocantins, Mato Grosso e Goiás, estamos com um efetivo de 580 brigadistas do Ibama, 294 do Instituto Chico Mendes, mais de 50 do Exército, além de bombeiros e outros colaboradores", afirma Amorim. O coronel explica que os brigadistas podem ser deslocados conforme a dinâmica de cada incêndio.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink