IMA treina online veterinários para habilitação de GTA de suídeos
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,806 (4,73%)
| Dólar (compra) R$ 5,62 (-0,44%)

Imagem: Pixabay

SUÍNOS

IMA treina online veterinários para habilitação de GTA de suídeos

Curso a distância contou com a parceria do Mapa e do CRMV-MG
102 acessos

O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) concluiu em 9 de julho treinamento online de 15 médicos veterinários da iniciativa privada para emitir Guia de Trânsito Animal (GTA) de suídeos. O curso, realizado de forma online, em virtude do enfrentamento à Covid-19, contou com a participação de 35 profissionais da cadeia produtiva da suinocultura, além de servidores do IMA. O treinamento foi ministrado em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e com o Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-MG).

A Guia de Trânsito Animal (GTA) é documento oficial exigido pelo IMA para o transporte de animais dentro e fora do estado. No caso dos suídeos, o documento traz informações específicas como, por exemplo, a obrigatoriedade de informar se os animais têm procedência de Granjas de Reprodutores de Suídeos Certificadas (GRSC).

A coordenadora no IMA do Programa Estadual de Sanidade Suídea, médica veterinária Júnia Mafra, comenta que o curso online foi uma boa experiência e a única forma no momento de se proceder com a importante habilitação dos profissionais. “Contamos com o apoio e parceria do Mapa, CRMV-MG e dos servidores do IMA envolvidos. A habilitação é uma integração importante do IMA com a iniciativa privada, pois os veterinários habilitados ajudam no diagnóstico de doenças que podem acometer os suídeos, ou seja, os profissionais atuam como fortes aliados em prol da defesa sanitária animal do estado”, reconhece.

Danilo Araújo, fiscal agropecuário da equipe de Coordenação de Sanidade Suídea do IMA, também esteve presente como moderador e palestrante, informando a todos os participantes as etapas virtuais e, assim, contribuindo para a agilização do processo de habilitação. Agora, os profissionais habilitados aguardam a oficialização do Mapa.

Vigilâncias - Por meio do Programa Nacional de Sanidade Suídea (PNSS), o IMA executa diversos trabalhos de defesa sanitária com o objetivo de assegurar a sanidade do plantel suinícola do estado. Uma das ações contempladas é a vigilância permanente da Peste Suína Clássica (PSC), realidade que é aplicada tanto para as zonas livres da doença, quanto para aquelas que apresentam focos. Minas é zona livre de PSC desde 2001 com reconhecimento do Mapa. Em 2016, o estado recebeu o reconhecimento da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como área livre de Peste Suína Clássica (PSC). A concessão do status de área livre contribui para que Minas amplie sua participação no mercado internacional, aumentando as vendas de carne suína para outros países. O status de área livre de PSC foi conquistado pelo serviço de defesa sanitária animal do IMA em conjunto com os produtores e granjas. Entre as diversas ações realizadas pelo IMA estão a coleta periódica de soro de reprodutores em frigoríficos, no intuito de identificar a existência do vírus da doença em animais e o atendimento imediato pelo IMA às notificações de suspeita de animais com PSC.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink