Indicador do arroz atinge recorde
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,650 (0,50%)
| Dólar (compra) R$ 5,55 (0,74%)

Imagem: Marcel Oliveira

OFERTA

Indicador do arroz atinge recorde

No Rio Grande do Sul, a procura pela matéria-prima ainda é maior que a oferta
Por: -Aline Merladete
231 acessos

A liquidez está baixa no mercado de arroz em casca neste mês, visto que produtores não têm ofertado o cereal. Agentes de indústrias beneficiadoras têm feito esporádicas aquisições de pequenos volumes, apenas para repor estoques. Isso porque as vendas do produto beneficiado estão lentas.

De acordo com o boletim informativo do Cepea, no Rio Grande do Sul, a procura pela matéria-prima ainda é maior que a oferta, o que mantém o Indicador em patamares recordes. No acumulado de 2020 (até o dia 21 de julho), a média do Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros (média ponderada) está em R$ 55,52/saca de 50 kg, 27,6% superior (em termos nominais) à do ano passado inteiro, de R$ 43,50/sc.

Nos últimos sete dias (14 a 21 de julho), especificamente, o Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros (média ponderada), subiu 0,93%, indo a R$ 64,95/sc de 50 kg nessa terça-feira, 21, o maior patamar nominal da série histórica do Cepea, iniciada em 2005.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink