Índice de Preços FAO para as carnes permaneceu estável em novembro
CI
Agronegócio

Índice de Preços FAO para as carnes permaneceu estável em novembro

As carnes de frango, bovinos e ovinos apresentaram variação mínima
Por:
O Índice de Preços FAO para as carnes atingiu em novembro passado a média de 177 pontos (2002-2004: 100), o que – nas palavras da Agência das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação – significa que permaneceu praticamente inalterado em relação ao mês anterior, outubro.


Os preços da carne suína foram os únicos a registrar aumento significativo, da ordem de 2% ou três pontos percentuais. As carnes de frango, bovinos e ovinos apresentaram variação mínima.

A despeito dessa estabilidade, os preços das carnes permanecem bem acima dos registrados em 2010, diz a FAO, que ressalta o fato de a média de preços alcançada entre janeiro e novembro de 2011 ser quase 17% superior à de idêntico período do ano passado.


Agregando-se aos dados da FAO o preço médio obtido internacionalmente pela carne de frango brasileira nos 24 meses encerrados em novembro passado (dezembro de 2009: 100) constata-se que ao registrar em novembro último evolução de preços da ordem de 23,4%, o produto do Brasil registrou desempenho ligeiramente superior ao do Índice FAO Geral para Alimentos, mas ficou aquém das carnes, cujos preços aumentaram 30,2% nesses 24 meses.


Já os resultados dos últimos 11 meses são superiores aos das carnes, mas inferiores aos dos alimentos em geral.





Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.