Insumo deve encarecer custo da produção do milho em MT
CI
Agronegócio

Insumo deve encarecer custo da produção do milho em MT

O custo dos insumos, que aumentou até agosto, reduziu em setembro 0,7%
Por:
Os produtores mato-grossenses estão focados no plantio da nova safra de soja, porém, outro ponto importante para a tomada de decisão para a segunda safra é o acompanhamento do custo de produção do milho. O custo dos insumos, que aumentou até agosto, reduziu em setembro 0,7%. A redução foi pequena, porém caminhou contra a tendência de alta do mercado, como ocorreu com o custo da soja, aponta o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).


Até o momento sementes, defensivos e fertilizantes, maiores influenciadores do aumento do custo de produção, já valorizaram 5,2%, 17,8% e 15,7%, respectivamente, desde o início do ano. Faltando menos de três meses para o início do plantio do cereal, que promete ter uma janela adequada de semeadura, se tomar como base o plantio antecipado da soja, faz-se necessário que parte dos produtos esteja comprada e o restante em negociação.


Com isso, a redução apontada no último mês pode ser um indicativo de volta às compras, já que a maior parte dos insumos falta ser comercializada para a safra de milho que será plantada em janeiro e fevereiro de 2013.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink