Inversão do ciclo faz videira dar uva no inverno
CI
Agronegócio

Inversão do ciclo faz videira dar uva no inverno

Por:
Para conseguir resultados positivos com as espécies europeias, os produtores tiveram que investir em adaptações no manejo do cultivo. A principal mudança foi a inversão do ciclo das videiras para permitir a colheita durante o inverno, não no verão, época tradicional da colheita da uva no estado.


Segundo o consultor da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), Murillo de Albuquerque, a mudança propicia a produção de uva de melhor qualidade. "No inverno do sudeste, as condições de dias ensolarados, noites frias e solo seco permitem a perfeita maturação das uvas e a produção de vinhos com alto potencial qualitativo."


O projeto inicial de inversão do ciclo foi desenvolvido em uma fazenda em Três Corações (MG) em 2001, com áreas experimentais, expandindo-se para outros municípios da região cafeeira de Minas Gerais, e posteriormente para o Estado de São Paulo. Uma das vinícolas que estão testando a técnica é a Guaspari, que está testando fitorreguladores fornecidos por multinacionais para quebrar a dormência das uvas no outono e no inverno e adiantar a brotação para fevereiro e março, a fim de ser colhida entre junho e agosto. Normalmente, a brotação ocorre entre agosto e setembro, com colheita em meses mais úmidos - janeiro ou fevereiro.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.