Irga orienta produtores para o manejo de insetos

Agronegócio

Irga orienta produtores para o manejo de insetos

Os técnicos do Irga estão orientando os produtores com medidas para evitar infestações de insetos no arroz
Por: -Redação
2 acessos

Os técnicos do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) estão orientando os produtores de todo o Estado com medidas que devem ser adotadas para evitar infestações de insetos na lavoura de arroz. Nesta safra, a ocorrência do percevejo-do-colmo é registrada em todas as regiões produtoras e pode causar perdas de 5% a 70% na área atingida.

O adulto deste inseto é grande e de cor marrom. Segundo o pesquisador do Irga, Jaime Vargas, após a emergência do arroz os percevejos entram na lavoura, acasalam-se e cada fêmea coloca até 800 ovos, preferencialmente na parte inferior das folhas.

Em relação ao hábito do inseto, eles procuram se abrigar na base das plantas, ficando de cabeça para baixo. Porém, com o aumento da temperatura parte da população sobe para a parte superior das folhas. O danos econômicos iniciam com a ocorrência de 2 a 3 percevejos por metro quadrado. Em populações superiores as perdas podem variar de 5% a 70% da área atingida.

Para determinação da população existente, a contagem deve ser realizada em toda a área, abrindo-se as plantas e contando o número de percevejos. No controle químico, devem ser empregados produtos registrados. Os produtores podem, também, procurar os técnicos do Irga nos Núcleos de Assistência Técnica de cada município. As informações são da assessoria de imprensa do Irga.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink