Já chega a 6 mil o número de bovinos abatidos no Conesul
CI
Agronegócio

Já chega a 6 mil o número de bovinos abatidos no Conesul

Abates devem atingir até 40% do rebanho de Eldorado, Japorã e Mundo Novo
Por:

Já são seis mil os bovinos abatidos desde sábado em frigoríficos do Conesul. São animais que apresentaram reatividade no exame de febre aftosa e outros que estavam no mesmo rebanho que eles, segundo explica o superintendente federal de Agricultura, Orlando Baez. De acordo com ele, a meta é abater de 30% a 40% do rebanho de Eldorado, Japorã e Mundo Novo (MS), que soma 155 mil animais, mas ele reconhece que o ideal seria eliminar todo o rebanho e depois fazer o repovoamento, progressivamente.

“Se pudesse eliminar tudo e introduzir na região calmamente seria o ideal. Mas é complicado porque tem de sensibilizar todo mundo. Há assentamentos rurais e a aldeia Porto Lindo. Convencer todo o universo envolvido não é fácil”, diz. Baez acredita que dentro de 40 dias a meta de abate esteja cumprida.

Os animais são destinados ao chamado abate sanitário. No processo a carne pode ser consumida após processada e maturada e remetida para outras cidades e estados pelos frigoríficos. Para incentivar a pecuária local, o governo está isentando os animais do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Serviços e Mercadorias).

Preços – Embora a oferta de animais tenha aumentado no Conesul com estes abates, o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Laucídio Coelho Neto, afirma que não interferiu nos preços.

Pelo contrário, devido à dificuldade para escoar animais em função dos estragos nas rodovias, a oferta em geral teve uma redução e a arroba já reagiu desde a semana passada, saindo de um patamar de R$ 51,00 e chegando a R$ 53,00, em Campo Grande.

Os municípios de Eldorado, Mundo Novo e Japorã estão incluídos na chamada área de proteção sanitária desde outubro de 2005, quando ocorreram os últimos focos de febre aftosa em animais de seus rebanhos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink