Jaguari realizará capacitação para preservação de nascentes

Meio ambiente

Jaguari realizará capacitação para preservação de nascentes

Município de Jaguari sediará uma demonstração técnica de proteção, preservação e recuperação de nascentes e olhos d?água
Por:
161 acessos

Nesta quinta-feira (19/04), das 8h30 às 17h, o município de Jaguari, no centro do Estado, sediará uma demonstração técnica de proteção, preservação e recuperação de nascentes e olhos d?água. O evento é promovido pela Emater/RS-Ascar, em parceria com a Prefeitura, a Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente, Secretaria Municipal da Saúde e Vigilância Sanitária de Jaguari. 

O local escolhido para a atividade é uma propriedade assistida pela Emater/RS-Ascar, localizada a seis quilômetros do centro da cidade. São esperadas aproximadamente 35 pessoas entre extensionistas, produtores rurais e representantes das prefeituras de 13 municípios da região, que serão responsáveis por executar a proteção de fontes nos municípios de origem. A capacitação será coordenada pelo assistente técnico do Meio Ambiente do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Santa Maria, o engenheiro agrônomo Mário Landerdahl. Na atividade prática serão demonstrados os cinco passos para realizar a proteção de fonte: limpeza do local, estruturação física, construção, higienização e cobertura. A fonte protegida no evento servirá de unidade de referência e ficará aberta à visitação de produtores interessados.

Segundo a extensionista social do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar de Jaguari, Fabrícia Tadia, existe um projeto desenvolvido em parceria com a Secretaria de Saúde e a Vigilância Sanitária do município em relação à proteção de águas. "Fizemos um levantamento que apontou a necessidade de proteção das fontes locais, e a partir disso pensamos em realizar uma capacitação para que os extensionistas e os próprios produtores possam realizar o trabalho nas propriedades", explica Fabrícia. 

A extensionista pontua que a intenção é criar um programa municipal de proteção de fontes e nascentes, e esta capacitação é o primeiro passo para isso. "A Emater é protagonista principal da iniciativa, porque é o único órgão que tem experiência em proteção de fontes e que tem acesso às propriedades. Além disso, a preservação de nascentes é uma das nossas preocupações, já que muitas vezes elas são o meio de abastecimento de água das propriedades", afirma Fabrícia. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink