La Ninã deve agravar estiagem no RS
CI
Imagem: Divulgação
ALERTA

La Ninã deve agravar estiagem no RS

Instituto Nacional de Meteorologia indica a possibilidade de chuvas abaixo da média
Por:

Ainda em 2020, as bacias hidrográficas não receberam a chamada recarga hídrica entre os meses de janeiro e maio e nem mesmo as chuvas do meio do ano conseguiram melhorar a situação dos rios no Estado. Na segunda-feira (18), na vista na orla do Guaíba, já era possível ver as marcas da estiagem em diversos pontos, principalmente nas cercanias do anfiteatro Pôr-do-Sol.

Conforme a Sala de Monitoramento Hidrológico da Sema, nas últimas 24 horas, os maiores volumes de chuva foram registrados em bacias do Nordeste do RS. Já a análise feita nos três dias anteriores aponta que as precipitações ajudaram a amenizar a baixa disponibilidade hídrica da maioria das bacias gaúchas, mas ainda assim, com a presença do La Niña, o Instituto Nacional de Meteorologia indica a possibilidade de chuvas abaixo da média. Em 2020, houve recorde de cidades gaúchas que anunciaram situação de emergência em função da estiagem. Mais de 90% dos municípios foram prejudicados pela falta de chuvas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink