Líder se defende: “Descredenciamos cinco transportadoras”
CI
Agronegócio

Líder se defende: “Descredenciamos cinco transportadoras”

Assessoria diz que o leite atingido não é da marca Bom Gosto
Por: -Leonardo Gottems

Atingida pelo esquema de adulteração no leite por transportadores gaúchos, a marca Líder também emitiu nota à imprensa. A empresa afirma que o lote afetado “foi retirado completamente do mercado em fevereiro deste ano, tão logo a Companhia tomou conhecimento da possibilidade de existir um problema de qualidade no lote”.
  
A Líder informa também que “em vista disso, já foram descredenciadas cinco transportadoras terceirizadas de leite cru”, e que “decidiu fechar um dos postos de resfriamento no Rio Grande do Sul  por causa da ação de fraudadores na região”.

A assessoria de imprensa da indústria esclarece que o leite atingido pela adulteração não é da marca Bom Gosto, que também pertence à empresa, e sim da marca Líder. Confira a nota na íntegra e CLIQUE AQUI para saber mais sobre o caso.

“NOTA À IMPRENSA

São Paulo, 08 de maio de 2013 - A Líder informa que o lote de leite UHT, marca Líder (lote TAP 1 MB), produzido em 17 de dezembro de 2012 em Tapejara, no Rio Grande do Sul, mencionado na investigação do Ministério Público do referido Estado, foi retirado completamente do mercado em fevereiro deste ano, tão logo a Companhia tomou conhecimento da possibilidade de existir um problema de qualidade no lote. 
 
Em vista disso, já foram descredenciadas cinco transportadoras terceirizadas de leite cru.

A empresa também decidiu fechar um dos postos de resfriamento no Rio Grande do Sul  por causa da ação de fraudadores na região. A companhia tem acompanhado de perto a investigação do MP e já tomou as medidas cabíveis com relação aos envolvidos. 

A Líder reafirma que segue todas as regras de fiscalização exigidas pelo Ministério da Agricultura e que, a partir de janeiro deste ano, reforçou a fiscalização do leite recebido, incluindo as novas exigências do Ministério da Agricultura. Além disso, a Líder faz dupla checagem, nos postos de resfriamento e na fábrica, e desde janeiro não detectou nenhuma adulteração no leite cru destinado à produção. O leite Líder disponível no mercado está apto, portanto, para ser consumido com segurança.

A Líder permanentemente aprimora seus controles de qualidade no recebimento da matéria-prima e em todo o processo produtivo, seguindo os mais altos padrões de qualidade do Brasil, de forma a garantir a integridade dos produtos disponibilizados aos consumidores finais.

A Líder apoia a ação do Ministério Público e coloca-se à disposição para ajudar na investigação."


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.