Leite

Mais uma queda no preço do leite ao produtor, apesar das altas no atacado e mercado spot

Em relação ao pagamento realizado no mesmo mês de 2016, a média dos dezoito estados pesquisados diminuiu 10,0% este ano
Por:
55 acessos

Os preços caíram no pagamento de outubro, referente a produção entregue em setembro, mas cabe destacar que a intensidade da queda foi menor que no pagamento anterior.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, considerando a média nacional o produtor recebeu R$1,060 por litro, sem o frete, um recuo de 2,5% na comparação mensal.

Em relação ao pagamento realizado no mesmo mês de 2016, a média dos dezoito estados pesquisados diminuiu 10,0% este ano, em valores nominais.

Apesar da reação nos preços dos lácteos (principalmente o leite longa vida UHT) em outubro, os repasses para o produtor dependerão de como evoluirão as vendas neste último bimestre.

No mais, a produção de leite aumentou em setembro no país. Para outubro, os dados parciais mostram que o volume capitado deverá continuar em alta no Brasil Central e região Sudeste e cair nas regiões Sul e Nordeste.

Ou seja, o viés baixista deverá se manter, com a produção crescente em importantes regiões produtoras (região Sudeste) somada a demanda patinando na ponta final da cadeia.

Do lado da produção, houve incremento de 0,3% em setembro último, frente a agosto deste ano, segundo o Índice Scot Consultoria de Captação.

O aumento dos custos de produção, a saída dos animais das pastagens de inverno no Sul do país e as margens da atividade se estreitando para o produtor pesaram na produção de leite em outubro e deverão continuar pesando em curto e médio prazo.

Para o pagamento a ser realizado em novembro (produção de outubro), 48,0% dos laticínios pesquisados pela Scot Consultoria acreditam em manutenção dos preços do leite ao produtor, 45,0% falam em queda e os 7,0% restantes acreditam em alta nos preços do leite.

Para dezembro o tom do mercado é de estabilidade a ligeira alta no preço do leite ao produtor.

No mercado spot, ou seja, o leite comercializado entre as indústrias, os preços subiram em outubro, corroborando com o cenário de que o mercado está se ajustando do lado da oferta.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink