Mercado de Commodities
CI
Agronegócio

Mercado de Commodities

por Gilda M. Bozza, economista DTE/FAEP
Por:
por Gilda M. Bozza, economista DTE/FAEP

Nesta segunda-feira (20), na Bolsa de Chicago, os contratos da soja operaram com oscilações. Os vencimentos mais próximos foram alavancados pela escassez da oferta e os contratos da safra nova recuaram haja vista a possibilidade de uma super safra norte-americana, superior a 92 milhões de toneladas.  O plantio avançou graças ao clima favorável e cobre 24% da área prevista. Os futuros para julho/13 fecharam a US$ 32,28 por saca e os futuros para setembro/13 foram negociados a US$ 28,53 por saca.


No mercado do milho, o relatório das condições das lavouras apontou cerca de 71% plantados, demonstrando uma recuperação no atraso do plantio. Os contratos para julho/13 fecharam a US$ 15,34 por saca e os contratos para setembro/13 foram negociados a US$ 13,09 por saca.


Quanto ao mercado do trigo, as chuvas pressionaram e o plantio atrasou.  Com isso, os contratos de julho/13 fecharam a US$ 15,11 por saca.

No mercado paranaense, a soja aponta reação com média levantada pela SEAB de R$ 54,34.  Mercado lento, com realizações apenas nominais.  Preço no mercado disponível no Porto de Paranaguá de R$ 63,00 por saca. No mercado do milho, preço médio de R$ 19,53 por saca, se aproximando do custo de produção. No trigo, preço em equilíbrio na casa de R$ 39,28 por saca.

 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.