Milho fecha semana em alta na B3
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
COTAÇÕES

Milho fecha semana em alta na B3

Em Chicago, o milho fechou em queda
Por: -Leonardo Gottems

O mercado de milho na B3 de São Paulo voltou a fechar em alta novamente nesta sexta-feira e na semana, impulsionado pela escassez de produto, elevações do dólar e da demanda por carnes, segundo informações da TF Agroeconômica. “Com isto, as cotações de janeiro avançaram mais R$ 0,01 no dia, mas R$ 0,84 na semana para R$ 84,22; as de março de 2021 avançaram R$ 0,08 no dia e R$ 2,53 na semana para R$ 88,20 e as de maio avançaram R$ 0,53 no dia e R$ 3,38 na semana para R$ 84,54’, comenta. 

“Os  fundamentos  ainda  permanecem  altistas,  com  a falta  de  disponibilidade  no  Brasil  (por  excesso  de vendas  no  ano)  e  na  Argentina  (por  redução  na  safra aliado  à  forte  demanda  internacional  na  Ásia).  Além disso, o Brasil plantou uma área menor e ainda há cinco meses e meio até chegar a Safrinha brasileira”, completa. 

Por  último,  ainda  temos  uma  demanda  forte  (as  exportações  de  frango  cresceram  40%  e  as  do  próprio  milho continuam elevadas) o que leva a crer que os preços permanecerão firmes. “Finalmente, o dólar, que tinha recuado 2%  na  semana,  subiu  líquidos  2%  nas  duas  primeiras  semanas  do  ano  e  promete  continuar  firme  por  ruídos políticos (que apenas começaram), falta de continuação das reformas e problemas fiscais”, indica. 

Em Chicago, tendo fechado em seus níveis mais altos desde  junho de 2013 na quinta-feira, os futuros do milho caíram de volta para o vermelho na sexta-feira. “Chuvas  na América do Sul e petróleo com quedas, pressionaram as cotações.  Enquanto  isso,  os  contratempos impuseram limites  para  o  desempenho  da  demanda externa nos EUA e perspectivas de estoques finais mais baixos para o ciclo. Por sua vez, teme-se que a Rússia e a Ucrânia intervenham no mercado de exportação com tarifas”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink