Minhocas para filtrar esgoto
CI
Imagem: Divulgação
SUSTENTABILIDADE

Minhocas para filtrar esgoto

A técnica com uso de minhocas e microrganismos é conhecida como vermifiltração ou vermidepuração
Por: -Aline Merladete

Texto: Corresponente Iara Siqueira 

Empresas têm buscado ser cada vez mais sustentáveis. O conceito de sustentabilidade empresarial busca maneiras e ações que causem menos impacto ao meio ambiente e a natureza. São medidas simples, porém com grandes resultados. Por exemplo, o uso consciente de água e energia elétrica, programas de reciclagem, descarte de esgoto e resíduo de forma correta, entre outras práticas, podem trazer vários benefícios. 

Você sabe o que minhoca, leite e esgoto têm a ver com sustentabilidade? Calma! Embora pareça, não é coisa de maluco.  É que uma fazenda de leite em Washington nos Estados Unidos, resolveu usar minhocas no tratamento de esgoto. Isso mesmo, o processo gera economia interna, ao invés de ser jogado fora, milhões de litros de água podem ser reaproveitados. 

A técnica com uso de minhocas e microrganismos é conhecida como vermifiltração ou vermidepuração. A água “suja” que é utilizada na fazenda, possui resíduos animais, produtos químicos, etc, para realizar a limpeza, as águas residuais são bombeadas diariamente, passadas por um canal com lascas de madeira e minhocas. 

O verme se alimenta do estrume e dos químicos, depois disso a água é filtrada em uma camada de rocha britada. Vale lembrar que todo esse processo contribui com a sustentabilidade e com a economia para o bolso do produtor. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.