Ministério da Agricultura suspende leilões de café

Agronegócio

Ministério da Agricultura suspende leilões de café

A decisão foi tomada por que se verificou que o tipo de café exigido no edital não despertaria interesse
Por:
317 acessos

Os dois primeiros leilões de contratos de opção de venda de café, anunciados nesta terça-feira (16) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), serão adiados por cerca de sete a dez dias.

A informação foi dada no início da noite pelo secretário de Produção e Agroenergia do Ministério da Agricultura, Manoel Bertone, após reunião com o secretário adjunto de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Gilson Bittencourt.

Segundo Bertone, a suspensão dos leilões ocorreu porque foi verificado que, para o tipo de café exigido no edital dos leilões, peneira 14 com zero de vazamento, difícil de encontrar, não haveria interesse dos produtores. A exigência era feita desde 2003, mas como de lá pra cá não foram realizados leilões de contratos de opção baseados no preço mínimo, o problema não foi percebido antes.

Agora, poderão participar dos leilões, assim que forem remarcados, os produtores que puderem entregar, na data de vencimento do contrato, um café peneira 13 com até 10% de vazamento, o que amplia a quantidade de potenciais produtores beneficiados pela medida de apoio à comercialização tomada pelo governo.

Bertone disse que o Conselho Monetário Nacional (CMN) deve realizar uma reunião extraordinária no início da próxima semana para que seja publicada uma portaria interministerial com as novas exigências.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink