Ministério estabelece cota para exportação de açúcar aos EUA
CI
Agronegócio

Ministério estabelece cota para exportação de açúcar aos EUA

Dez estados das regiões Norte e Nordeste estão aptos a exportar cerca de 162 mil t
Por:
Ao todo, dez estados das regiões Norte e Nordeste estão aptos a exportar cerca de 162 mil toneladas

A cota preferencial de exportação de açúcar do Brasil para os Estados Unidos de 162,159 mil toneladas foi estabelecida nesta quarta-feira, 10 de outubro, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A decisão foi publicada no Diário Oficial da União por meio da Instrução Normativa nº 31.


Os Certificados de Elegibilidade de Cota, emitidos pelo Governo dos EUA assegurando a entrada do açúcar brasileiro em portos norte-americanos, serão emitidos em favor das unidades produtoras de açúcar das regiões Norte e Nordeste.

Das vendas autorizadas, Alagoas tem direito a 46,41% das exportações; Pernambuco, 38,41%; Paraíba e Rio Grande do Norte, 4,06%; Bahia, 3,69%; Sergipe, 1,69%; Piauí, 0,7%; Amazonas, 0,39%; Maranhão, 0,32% e Pará, 0,27%.

Somente terão direito ao recebimento da cota as unidades que industrializaram açúcar no ano safra 2011/2012, em suas próprias instalações fabris, e que estejam com seu parque industrial em condições de processamento da cana-de-açúcar na safra atual.


Os percentuais foram calculados de acordo com a produção informada pelas indústrias, por meio do Sistema de Acompanhamento da Produção Canavieira (SAPCana), enviada quinzenalmente ao Mapa.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink