Morgan leva híbridos de milho de alto desempenho ao Dia Experimental C.Vale

Milho

Morgan leva híbridos de milho de alto desempenho ao Dia Experimental C.Vale

Marca também apresenta tecnologia PowerCore™ Ultra para controle de pragas e manejo de plantas daninhas
Por:
563 acessos

A Morgan Sementes e Biotecnologia, marca da LongPing High-Tech, participa de 15 a 17 de janeiro, em Palotina (PR), do Dia de Campo de Verão 2019 da C.Vale. A marca apresenta aos agricultores a performance de seus híbridos de milho que tem auxiliado no aumento da produtividade na região.

“O aumento de produtividade nas lavouras é multifatorial. Na Morgan contribuímos com os agricultores oferecendo genética superior, que se traduz em um portfólio de híbridos versáteis e resistentes, e entregamos também o que há de melhor em tecnologia incorporada aos produtos como PowerCore™ Ultra e o Tratamento de Sementes Industrial”, explica a engenheira agrônoma Diogênes Panchoni, líder de Marketing da Morgan.

No estande da Morgan os agricultores poderão observar, em parcelas demonstrativas, o portfólio completo de híbridos de milho da marca indicados para a região, com destaque para os novos MG600 e MG711 e para o MG580, altamente produtivo e adaptado ao oeste paranaense. Além dos destaques, a área demonstrativa terá parcelas de MG652, MG320 e do campeão de vendas 30A37. Os agricultores poderão conhecer ainda os lançamentos MG545 e MG515.

Dentre os destaques da marca na região, o MG580 tem despontado por seu ciclo precoce, que chega a 120 dias em plantios tardios, permitindo flexibilidade no manejo de colheita. Aliado à excelente precocidade, o material apresenta alto potencial produtivo e estabilidade de produção que proporciona mais segurança ao agricultor mesmo em condições adversas. Na safrinha de 2017, o MG580 chegou a produzir 385 sacas por alqueire em lavoura comercial de Eloir Gris, em Palotina, e 352 sacas na área de Alceri Habowski também no município.

Já o híbrido MG600, um precoce indicado para lavouras de alto investimento, tem na resistência de colmo e na sanidade foliar suas principais vantagens. O colmo com alta resistência física facilita o gerenciamento de colheita, enquanto sua destacada sanidade foliar permite que o material expresse seu potencial produtivo mesmo em condições de pressão de doenças. Em Palotina, na segunda safra de 2017, o híbrido produziu 345 sacas por alqueire em lavoura de Ademir e Ricardo Paludo e 353 sacas na área de Darcisio Holz.

Outra novidade do portfólio da marca é o MG711, também precoce e para lavouras de alto investimento, sendo ideal para plantio integrado com híbridos de ciclos ainda mais curtos como o próprio MG580, o que permite o escalonamento de colheita.

Biotecnologia - PowerCore™ Ultra apresenta ação quádrupla das proteínas inseticidas que reduz a chance de resistência simultânea e auxilia no manejo das principais pragas que atacam a cultura do milho, como a lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda), lagarta-elasmo (Elasmopalpus lignosellus), broca-do-colmo (Diatraea saccharalis),  lagarta-rosca (Agrotis ipsilon), lagarta-da-espiga (Helicoverpa zea) e lagarta-preta-das-folhas (Spodoptera cosmioides). Outras duas proteínas conferem tolerância aos herbicidas glifosato e glufosinato de amônio, o que proporciona controle de um amplo espectro de plantas daninhas e permite que a lavoura expresse seu máximo potencial produtivo. A tecnologia tem a aprovação da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink