Morro Redondo realiza primeira entrega do PAA Municipal
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,762 (-0,79%)
| Dólar (compra) R$ 5,26 (0,58%)

Imagem: Divulgação

PAA

Morro Redondo realiza primeira entrega do PAA Municipal

Iniciativa pioneira no Estado beneficia 200 famílias produtoras de alimentos orgânicos em Morro Redondo
Por:
74 acessos

Iniciativa pioneira no Estado beneficia 200 famílias produtoras de alimentos orgânicos em Morro Redondo, no Sul do RS, atendendo à Lei nº 10.696, de 02/07/2003, que determina que no mínimo 30% das compras para a alimentação escolar, penitenciárias, quarteis e também para doação às famílias em situação de insegurança alimentar, seja adquirido da agricultura familiar. Em Morro Redondo, foi constituído o PAA Municipal. Garantido pela prefeitura com recursos próprios, essa é uma das ações de enfrentamento à pandemia. Os produtos foram recolhidos na terça-feira (21/07). Na quarta (22/07) os kits foram preparados e entregues.

Participante do PAA Municipal, Djanira Lopes Nizolli é produtora de hortaliças orgânicas em transição. Há quatro anos começou com uma pequena horta e hoje toda a área é produzida sem o uso de produtos químicos ou agrotóxicos. Para nossa família, o PAA é importante para a produção de hortigranjeiros e renda garantida e sem atravessadores, o que facilita a nossa venda, diz, ao ressaltar ser gratificante poder levar à mesa das famílias um alimento com qualidade, orgânico, livre de agrotóxico. Nesta primeira entrega, Djanira comercializou 120 pés de alface. A Emater tem sido grande parceira, ajudando em Assistência Técnica, trazendo conhecimentos através de cursos, incentivando o agricultor a ficar no campo e, assim melhorar o sistema de produção. A Emater faz um trabalho social na colônia e na cidade, pois se o agricultor não planta, os da cidade não jantam, reforça a agricultura.

Maicon Bosenbecker, 21 anos, é agricultor desde pequeno e trabalha com produção de hortifrútis, como repolho, tomate, pimentão, couve, couve-flor e alface. Pela primeira vez participa do PAA e está muito feliz. É um excelente programa de incentivo ao pequeno produtor, pois tem bons preços estabelecidos, afirma o jovem, ao elogiar o PAA por beneficiar muitas famílias carentes que às vezes não têm condições de colocar comida na mesa, chega esse programa para ajudar essas famílias carentes.

Na avaliação do secretário da Agricultura, Daniel Goulart, o PAA ajuda o agricultor, com a compra dos hortigranjeiros, e entrega para quem realmente precisa, essenciais nesse momento de pandemia.

Os programas de compras institucionais como o PAA e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) têm sido muito importantes para as famílias de agricultores do Morro Redondo, que se viram sem perspectiva após o fechamento da Cosulati no município em 2016. De lá para cá, esses programas têm auxiliado as famílias a se organizarem em torno de novas atividades, com a venda garantida e, o que é melhor, com um preço satisfatório. Nessa edição municipal, serão fornecidos alimentos saudáveis para 200 famílias em situação de insegurança alimentar. Ganha o produtor, ganha a municipalidade e ganham as famílias que recebem o alimento em doação, avalia a extensionista Adriane Lobo.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink