MT: 50 toneladas de soja são recuperadas pela polícia
CI
Agronegócio

MT: 50 toneladas de soja são recuperadas pela polícia

Suspeitos foram abordados quando faziam o transporte do produto com caminhões
Por:

Seis homens foram presos e um menor de idade apreendido, em uma ação da Polícia Judiciária Civil (PJC) com o apoio da Polícia Militar (PM). Eles são suspeitos de pertencer a uma associação criminosa que agia furtando toneladas de grãos de soja na zona rural de Alto Araguaia.

Segundo a Polícia Civil, os acusados esperaram um trem carregado de soja parar, abriram as bicas de um dos vagões e despejaram o produto ao solo. A quadrilha conseguiu ensacar mil sacas de 50 quilos, somando aproximadamente 50 toneladas de soja.

Após investigações preliminares, o delegado de polícia de Alto Araguaia, Carlos Roberto Moreira de Oliveira, acionou o Núcleo Investigativo e Operacional (NIO) da Regional de Rondonópolis para auxiliar nos trabalhos, a fim de coibir a atividade ilícita na região conhecida como Boa Esperança, que fica entre Alto Araguaia e Itiquira.

Em diligências, os policiais interceptaram dois caminhões, um do tipo caçamba e outro modelo graneleiro, carregados com sacas de grãos de soja. Foram surpreendidos pelos policiais os suspeitos Eliel Augusto do Nascimento (42), Hugo Leonardo Moreira da Costa (31), Janser Rodrigues Costa Junior (29), Luiz Gabriel Aparecido dos Santos (18), Kieferson Nunes (19), Renato Oliveira Costa (27) e o adolescente, de 17 anos.

Todos foram autuados em flagrante por furto e associação criminosa, sendo que os maiores responderão também por corrupção de menores. Os investigadores do NIO solicitaram apoio da Polícia Militar de Alto Araguaia, e juntos continuaram as buscas, localizando cerca de 30 quilômetros à frente, escondido próximo aos trilhos da linha do trem, mais 650 sacas do mesmo produto.

O flagrante foi realizado na Delegacia de Polícia Civil de Alto Araguaia, o produto foi devolvido ao proprietário e os acusados seguem detidos à disposição da Justiça.

O delegado Carlos Roberto ressalta que, por conta de várias informações sobre furto de grãos na região de Alto Araguaia, outras operações similares continuarão acontecendo, e outras investigações serão realizadas no sentido de esclarecer o envolvimento de demais pessoas na receptação dos produtos furtados.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.