MT tem 13,8% de participação no rebanho de gado do país
CI
Agronegócio

MT tem 13,8% de participação no rebanho de gado do país

Produtores do estado criam 29,2 milhões de animais. Números consideram ano de 2011
Por:
Produtores do estado criam 29,2 milhões de animais. Números consideram ano de 2011

Com um rebanho de 29,2 milhões de animais, Mato Grosso se mantém como o maior criador de gado do país. Com esta quantidade, o estado tem 13,8% de participação no mercado mundial. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estática (Ibge) divulgados na quinta-feira (18), mas que consideram as informações obtidas em 2011, o norte mato-grossense lidera a produção no estado com rebanho de 12,5 milhões de animais, seguida pelo nordeste com 6,5 milhões de cabeças e pelo sudoeste, com 4,5 milhões de cabeças.

Conforme o levantamento, o estado de Minas Gerais é o segundo maior produtor de gado do país, com 23,9 milhões de animais e representatividade de 11,2% no cenário nacional. O efetivo de bovinos do país foi de 212,798 milhões de cabeças, representando um crescimento de 1,6% em relação ao registrado em 2010 (209,5 milhões). O Centro-Oeste teve participação de 34,1%. As demais regiões apresentam os seguintes percentuais de participação: Norte (20,3%), Sudeste (18,5%), Nordeste (13,9%) e Sul (13,1%).

De acordo com o Ibge, em 2011, o Brasil ocupava a 2ª posição mundial em rebanho de gado bovino, atrás da Índia, cujo rebanho era de 324, 5 milhões - cerca de 1,5 vezes maior que o brasileiro. Na sequência, destacaram-se China e os Estados Unidos.

O efetivo de bubalinos (búfalos), em 2011, foi de 1,3 milhão de cabeças, um aumento de 7,8% sobre 2010. Os búfalos concentravam-se no Norte e Nordeste do país, sendo os maiores efetivos registrados no Pará (38,0%), Amapá (18,4%) e Maranhão (6,5%).

Outros rebanhos

O efetivo de equinos (cavalos, éguas) foi de 5,5 milhões de cabeças, em 2011, apresentando certa estabilidade em relação a 2010 (-0,1%). O plantel encontrava-se concentrado no Sudeste (24,4%) e no Nordeste (24,3%). Os maiores efetivos encontravam-se nos estados de Minas Gerais (14,3%), Bahia (10,1%) e Rio Grande do Sul (8,6%).

O efetivo de asininos (jumentos, jegue, asnos), em 2011, foi de 974,5 mil animais, uma queda de 2,7% em relação a 2010. O efetivo destes animais encontrava-se bastante concentrado no Nordeste do país, especialmente Bahia (26,1%), seguida de Ceará (19,8%) e Piauí (12,2%).

O efetivo de muares (burros, mulas) apresentou leve queda percentual com relação ao registrado em 2010. No total, eram 1,3 milhão de cabeças. O Estado da Bahia participava com 21,6% do efetivo nacional, seguido por Minas Gerais (12,4%) e Pará (8,3%).

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink