Negócios para o milho crescem pontualmente com preços em queda


Agronegócio

Negócios para o milho crescem pontualmente com preços em queda

Por: -Admin
1 acessos

Após ficar diversas semanas praticamente paralisado, o mercado de milho registrou diversos negócios no dia 16 de abril, tanto no mercado interno quanto para exportação. Já no dia 17, o movimento voltou a ser bastante lento. Na quarta-feira, o milho depositado no Porto de Paranaguá foi negociado a R$ 20,20/saca, sem informação de volume. Cerca de 330 mil toneladas de milho devem ser embarcadas até o final de abril, segundo a programação de navios para o Porto de Paranaguá. As principais empresas exportadoras são Cargill e Bunge e os principais destinos, países da Ásia. No mercado interno, também na quarta-feira, houve negócios de milho nas regiões oeste e norte do Paraná.

No mercado de lotes de Campinas (SP), o milho foi cotado a R$ 22,16/sc na última quinta-feira, queda de 1,99% em relação ao preço de R$ 22,61/sc do dia 11 (sexta-feira anterior). Em Chapecó (SC), a queda foi menor (de 0,77%), com a saca passando de R$ 19,55 no dia 11 para R$ 19,40 na última quinta-feira. Enquanto isso, em Cascavel (PR) o preço se manteve praticamente estável, ao redor de R$ 18,80/sc. No Rio Grande do Sul, que se concentra na colheita da soja, os preços do milho subiram cerca de 2,9%.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink