Nem a quebra sustenta preço do milho no RS
CI
Imagem: Marcel Oliveira
COTAÇÕES

Nem a quebra sustenta preço do milho no RS

Nesta terça-feira, Santa Catarina comprou milho no Paraná e no Paraguai
Por: -Leonardo Gottems

Apesar da quebra de safra, os preços do milho recuam no estado, os preços do milho seguem recuando no estado do Rio Grande do Sul, segundo o que informou a TF Agroeconômica. “A razão é a competitividade do milho paraguaio e do Mato Grosso do Sul, que estão sendo adquiridos por compradores do estado e que chegam ao Rio Grande do Sul cerca de R$1,70/saca (o paraguaio) mais barato do que o próprio milho local, como mostramos na tabela ao lado”, comenta.

Nesta terça-feira, Santa Catarina comprou milho no Paraná e no Paraguai. “Também  soubemos de um embarque de milho paraguaio no porto de Asunción com destino a Santa  Catarina, com preço FOB de US$ 198/t, o que representaria algo como US$ 216 posto São Francisco do Sul ou Imbituva, onde chegaria ao redor de R$ 67,63 que, com um frete médio de R$ 6,00/saca, significaria algo como R$ 73,00 no Meio-Oeste catarinense. Como se vê, por qualquer via o milho paraguaio é competitivo  e  faz pressão sobre o preço do milho local, impedindo novas altas a curto prazo”, indica.

No Paraná, compradores adquirem milho paraguaio, mais competitivo do que o local. “Os  compradores de milho estão adquirindo produto paraguaio que, como mostramos diariamente em nossa tabela ao lado, está bastante competitivo em relação ao milho local, mesmo tendo subido US$ 1/tonelada nesta terça-feira, que foi compensado com a queda do dólar. Com isto, esvaziam a pressão de demanda”, completa.

No Mato Grosso do Sul, os preços continuam inalterados pelo terceiro dia consecutivo. “A volta das chuvas e a perspectiva de  recuperação  de algumas áreas  que antes apresentavam seca assusta os vendedores, mas não houve relatos de novas vendas”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink